Slider

Vídeos

Notícias

Ministérios

Artigos

Formação e Espiritualidade

RCC Bahia

RCC Brasil

» » » » » "Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós o alcançareis"

"Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós o alcançareis" (São Mateus, 21 – 22)
São Tomás de Aquino disse, todas as graças que o Se­nhor, desde toda a eternidade, determinou conceder-nos, não as quer conceder a não ser por meio da oração. “A oração é necessária”, disse o santo, “não para que Deus conheça as nos­sas necessidades, mas para que fiquemos conhecendo a neces­sidade que temos de recorrer a Deus, reconhecendo-O como o único autor de todos os bens”. "Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade” (Hebreus 4,16).
É através da oração que o cristão se torna forte, equilibrado e capaz de superar todas as dificuldades, por isso Jesus disse: “O espírito é forte, mas a carne é fraca. Vigiai e orai para que não entreis em tentação” (Mateus 26,41). Isso porque a natureza humana ficou manchada pelo pecado original e somos atraídos por uma força que nos puxa para o mal, para nos levar a concupiscência e nos afastar da presença do Senhor.
Enquanto alguns cristãos sabem e entendem a importância da prioridade da oração, e assim a busca, há muitos que não a fazem, pela falta da disciplina espiritual, que faz com que a oração não seja uma prioridade em sua vida. As escrituras falam repetidamente sobre a importância da oração. Paulo recomenda orar por todas as coisas (Filipenses 4,6). Infelizmente muitas vezes a oração é condicionada por sentimentos, situações ou necessidades, o que impede que a Palavra seja semeada em nossos corações, levando a uma transformação profunda e a conversão sincera.
Dessa forma, como nos diz o Catecismo “a oração é um impulso do coração, é um simples olhar lançado para o céu, é um grito de gratidão e amor, tanto no meio da tribulação como no meio da alegria” (CIC 2558).
Quando verdadeiramente nos dedicamos à oração, permitimos que a Palavra ganhe vida e torna-se a espada do Espírito contra as forças espirituais. E é aí que acontece a verdadeira batalha, assim como Jesus no deserto, naqueles quarenta dias de tentação no deserto (Mateus 4, 1-11), onde Jesus primeiro usou as Escrituras no combate secreto da oração. Lá Ele venceu o inimigo com a Palavra de Deus, isso porque Ele colocou a oração em primeiro lugar.
A oração é o alimento da alma, que brota no coração que tem sede de Deus. Por isso, a oração deve ser uma decisão consciente, para que, o torne perseverante,  e mergulhado em Deus, pois só conseguiremos  ter uma real experiência com o Senhor se tivermos uma vida de intimidade, de comunhão com Ele, caso contrário, corremos o risco de sermos sempre levados pelos nossos sentimentos e vontades, e acabamos por nos distanciar da oração.
O  Ministério de Intercessão  em seu chamado de orar sem cessar pela Igreja, pela RCC , pelas famílias  e por todas as  pessoas que nos pedem oração, deve impulsionar e motivar o intercessor a perseverar  na vida de oração, mesmo que ainda não contemple a intervenção de Deus nas situações pelas quais oramos, devemos permanecer firmes na nossa oração pessoal e comunitária, oração perseverante. A oração é insubstituível na vida do intercessor e precisa nos aproximar Deus, pois o convite de Jesus é constante. Ele fala em nossos corações: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo” (Apocalipse 3,20).

Núcleo Nacional do Ministério de Intercessão

INTENÇÕES PERMANENTES
1.  Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre, o Papa Francisco, pelos Bispos, pelos Sacerdotes, Diáconos, Religiosos (as) e pelos Seminaristas;
2.  Por todas as vocações, para que o chamado de Deus seja assumido com amor e fidelidade;
3. Pelo Novo Serviço Internacional – CHARIS e seus membros;
4.  Pela Presidência do Conselho Nacional, Katia Roldi Zavaris e sua família, e todos os membros do Conselho Nacional;
5.  Pelas reuniões dos Conselhos Estaduais e Diocesanos;
6.  Por todos os Grupos de Oração do Brasil;
7.  Por todos os Ministérios da RCC em nível nacional, estadual, diocesano e de grupo de oração;
8.  Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesanos, estaduais e nacional da RCC;
9.  Pela casa de missão da RCCBRASIL no Marajó e pelos missionários e missionárias;
10.  Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores;
11.  Pelos eventos de evangelização da RCC no Brasil;
12.  Pela situação política, econômica e moral em nosso País;
13.  Para que cesse a violência no Brasil e no mundo;
14.  Pela erradicação dos vírus causadores da Febre Amarela, Dengue, Zika e Chikungunya.

INTENÇÕES DO MÊS
- Pelos congressos do mês de setembro, de 06 a 08 Piauí, Paraná e Santa Catarina; dias 14 e 15 Rondônia e Espírito Santo; dias 21 e 22 Sergipe.
- Pelo Retiro Latino-americano de Sacerdotes da Renovação Carismática Católica de 19 a 22 de agosto em Aparecida - SP.
- Pela reunião do CONCCLAT nos dias 23 a 25 de agosto em Aparecida – SP.
Fonte: Portal da RCC Brasil

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga