Slider

Vídeos

Notícias

Ministérios

Artigos

Formação e Espiritualidade

RCC Bahia

RCC Brasil

É hora de dar PLAY! Já conhece a playlist do Ministério de Música e Artes?

Em setembro de 2019, o Ministério de Música e Artes lançou a playlist “É hora de dar play”, no canal oficial da Renovação Carismática Católica do Brasil. Com essa novidade, semanalmente, o Ministério em nível nacional passa a oferecer conteúdo formativo e de espiritualidade para auxiliar e partilhar com membros do Movimento as principais necessidades e ações do Ministério nos Grupos de Oração.
Segundo a coordenadora nacional do Ministério de Música e Artes, Roberta Castro, o objetivo da playlist élevar formação de qualidade a todos os ministros de música e artes da RCCBRASIL, em especial, dando a oportunidade de pessoas de localidades mais distantes e de difícil acesso serem formadas.


A coordenadora explicou que a ideia da playlist veio da necessidade apresentada pelos irmãos do Ministério: “A ideia da criação veio da percepção de que muitos não tem acesso aos encontros e formações nacionais e estaduais, seja por questões de localização ou por dificuldades financeiras. O desejo da equipe nacional do Ministério é estar mais perto de todos, tornando o contato mais fácil e dinâmico”, esclareceu Roberta.
A proposta do Ministério é que seja publicado novos conteúdos a cada semana, variando entrevídeos de formação humana ou espiritual e  séries voltadas para cada seguimento do Ministério (músicos, dançarinos e artistas de teatro). Além disso, o Ministério está se organizando para oferecer Lives, promoções, palestras, eventos, apresentações diversas, músicas regionais e muito mais novidades no Canal da RCCBRASIL. 
Já estão disponíveis conteúdos como formações com o tema “Teatro, uma expressão dentro do Ministério” (Alexandra Frugerio); “Como manter a saúde da Voz” e “Como a voz é produzida” (Adson Moreira); “Aprenda sobre expressão”(Sonia Secco), entre outros.
É hora de dar play e acompanhar todas as novidades! Dê seu like, inscreva-se e compartilhe os vídeos do Ministério de Música e Artes com seus irmãos de Grupo de Oração e Diocese!

https://www.youtube.com/watch?v=jMZceojvKgw&list=PLq7inq2KAaUPklEYFZ_bFu1PJHsTU1Q3W&index=1

A oração é indispensável para a paz, afirma o Papa

O Papa Francisco enviou, neste domingo, 15, uma mensagem aos participantes do Encontro internacional “Paz sem fronteiras”, reunidos em Madri até o dia 17. O Encontro, promovido pela Comunidade de Santo Egídio, em colaboração com a Arquidiocese de Madri, na Espanha, representa uma das maiores manifestações de paz em todo o mundo.

Segundo Francisco, a peregrinação de paz a Madri é o testemunho da força daquele espírito de Assis que é oração a Deus e promoção da paz entre os povos: “É sempre necessário rezar e dialogar na perspectiva da paz, os frutos virão!”. Há trinta anos caia o muro de Berlim, terminava uma “lacerante divisão do continente que tinha causado tanto sofrimento”. Foi a oração pela paz que favoreceu a queda do muro, explica Francisco, e que a paz deve ser continuamente incrementada de geração em geração através do diálogo, do encontro e da negociação”.

Separações que destroem o mundo
Hoje, continua o Papa, “é insensato, na perspectiva do bem dos povos e do mundo, fechar os espaços, separar os povos, opor-se uns aos outros, negar a hospitalidade aos necessitados e às suas famílias”, porque assim “o mundo fica despedaçado, usando a mesma violência com a qual se arruína o ambiente e se danifica a casa comum, que pede, ao invés, amor, cuidado, respeito, assim como a humanidade invoca paz e fraternidade”.

De acordo com o Papa, a casa comum precisa de portas abertas para se comunicar e se encontrar, e não suporta muros que separam ou que contrastam aqueles que ali vivem. Essa casa comum – escreve o Papa – precisa de portas abertas que ajudem a “cooperar para viver juntos em paz, respeitando as diversidades e estreitando laços de responsabilidade”. A paz, destaca Francisco, “não tem fronteiras”. Sempre, sem exceções”.

O Documento sobre a Fraternidade Humana, um passo importante para a paz

No encontro de Madri, a oração – explica o Papa – ocupa o lugar principal e decisivo. “A oração pela paz, neste tempo marcado por demasiados conflitos e violências, une-nos ainda mais, para além das diferenças, no nosso comum compromisso por um mundo mais fraterno”. E precisamente porque “a fraternidade entre os crentes, além de ser uma barreira às inimizades e às guerras, é um fermento de fraternidade entre os povos”.

Francisco cita o documento sobre a “Fraternidade humana para a paz mundial e a convivência comum”, assinado em fevereiro passado em Abu Dhabi por ele e o Grande Imã de Al-Azhar. Um texto que será o fio condutor do encontro de Madri, pois sublinha que “as religiões nunca incitam à guerra e não solicitam sentimentos de ódio, de hostilidade, de extremismo, nem convidam à violência ou ao derramamento de sangue”.

O Papa conclui pedindo a todos que se unam e se aproximem “para gritar que a paz não tem fronteiras, não tem fronteiras”. É dos corações que “devemos erradicar as fronteiras que dividem e se opõem”. E é nos corações que devem ser semeados os sentimentos de paz e de fraternidade”.

Fonte: Portal Cancão Nova

Menos insulto e mais oração pelos governantes, pede Papa

Depois da pausa de verão, Francisco celebrou nesta manhã, 16, a missa na Capela da Casa Santa Marta; reflexão encorajou oração também pelos governantes 

O Papa Francisco pediu na manhã desta segunda-feira, 16, durante missa celebrada na capela da Casa Santa Marta, que os fiéis rezem pelos governantes e pelos políticos, para que levem adiante com dignidade suas vocações. A celebração eucarística foi a primeira no local depois da pausa de verão.

Refletindo sobre a Primeira Carta de São Paulo apóstolo a Timóteo, o Pontífice observou a necessidade de todo o povo rezar por um “pedido universal”. Sobre as orações, o Santo Padre pediu que fossem feitas “sem cólera e sem polêmicas”. “Pedidos, súplicas, orações e agradecimentos para todos os homens e ao mesmo tempo pelos reis e por todos os que estão no poder”, completou.

Segundo Francisco, Paulo evidencia que o ambiente de uma pessoa que crê é a oração, a oração de intercessão. “Que todos rezemos por todos, para que possamos levar uma vida calma e tranquila, digna e dedicada a Deus”, rogou. Para o Papa, é necessária a oração para que isso seja possível. O Pontífice explicou tratar-se da oração pelos governantes, pelos políticos, pelas pessoas que são responsáveis de levar adiante uma instituição política, um país, uma província.

Os políticos, afirmou o Santo Padre, recebem “adulações por parte de seus favoritos ou insultos”. De acordo com Francisco há políticos, mas também padres e bispos que são insultados. Para o Pontífice, “alguns merecem”, mas a prática se tornou “um hábito” de “acúmulo de insultos e de palavrões, de depreciações”. Ainda assim, o Papa frisou que quem está no governo “têm a responsabilidade de conduzir o país”. Sobre o povo, questionou: “E nós, os deixamos sós, sem pedir a Deus que os abençoe?”. Respondeu: “Tenho certeza que não se reza pelos governantes, ao contrário: poderia parecer que a oração aos governantes seja ‘insultar-lhes'”.

Por fim, o Santo Padre recordou como os italianos passaram recentemente por uma “crise de governo”. “Quem de nós rezou pelos governantes? Quem de nós rezou pelos parlamentares? Para que possam ir de acordo e levar adiante a pátria? Parece que o espírito patriótico não chega à oração; mas sim às desqualificações, ao ódio, às brigas, e termina assim. Portanto, quero que em todos os lugares as pessoas rezem, levantando as mãos puras para o céu, sem raiva e sem polêmicas. É preciso discutir e esta é a função de um parlamento. Discutir, mas não destruir o outro. Aliás, é preciso rezar pelo outro, por aquele que tem uma opinião diferente da minha”, exortou.

Diante dos que pensam que aquele político é “muito comunista” ou “corrupto”, o Papa, citou a passagem do Evangelho de Lucas na qual o apóstolo não pede para que a política seja discutida, mas pede orações. Aos que dizem que “a política é suja”, o Pontífice afirmou que Paulo VI a considerava “a mais alta forma de caridade”:

“Pode ser suja assim como qualquer outra profissão, qualquer uma… Somos nós que sujamos uma coisa, mas não é a coisa em si que é suja. Acredito que devemos nos converter e rezar pelos políticos de todas as cores, todos eles! Rezar pelos governantes. É isso que Paulo nos pede. (…) Os governantes são responsáveis pela vida de um país. É bom pensar que, se o povo reza pelos governantes, os governantes também serão capazes de rezar pelo povo, como o centurião que reza pelo seu servo”, concluiu.

Fonte: Portal Cancão Nova

Como ser elegante sem ser vulgar

Toda mulher gosta de receber elogios. É a força da palavra de afirmação que a motiva a ser uma pessoa melhor. Existem os elogios esperados, como aqueles após se arrumar para uma festa, depois de uma ida ao salão para um novo corte de cabelo, ao arrumar-se para um passeio ao shopping ou um encontro à noite ao cinema.

O fato de arrumar-se para sair com os amigos, já ativa o desejo de ouvir: “Nossa, como você está linda!”; “Amei o seu look!”; “Wow, você arrasou nesse novo corte de cabelo!”; “Adorei as luzes que você fez!”; “Que cor de esmalte linda nas suas unhas!”; “Você é linda, mas hoje está ainda mais!”; e por aí vai. O mais frustrante, nesses momentos, é não escutar elogio nenhum; então, a sensação de que não está linda toma conta da sua imaginação. Algumas mulheres, no entanto, para chamar à atenção, tendem a escolher um estilo vulgar em vez de uma maneira modesta de se vestir.

Escolha roupas que a deixe linda, apresentável e elegante, em vez das que a deixam vulgar
Mulheres, para atraírem a atenção das pessoas, não é preciso se descaracterizarem da sua identidade de filhas de Deus. Vocês podem ser atraentes, belas, puras e elegantes. Elegância, segundo o dicionário on-line de português, significa “graça, distinção nas formas, nas maneiras e nos trajes. Arte de escolher vestes e apresentar-se com elegância”. Ou seja, nós temos a capacidade de escolher roupas que nos deixarão lindas, apresentáveis e elegantes em vez de sensuais e vulgares.

A palavra “vulgar”, segundo o dicionário on-line de português, “é uma pessoa que se porta ‘inadequadamente’ em meio à sociedade, que não sabe se vestir, usa roupas curtas, mas não têm postura para usá-la.” Ou seja, a vulgaridade é uma consequência da personalidade da pessoa, da sua maneira de se comportar na sociedade e assim se vestir.

Agir de acordo com o seu ser

A máxima – “o agir segue o ser” – de Aristóteles ensina que a personalidade da pessoa é compreendida também na maneira de ela se comportar. A vulgaridade não é somente uma questão de roupas ou acessórios, mas do jeito de ser, falar, andar, comer, gesticular etc. A elegância na mulher se faz presente no seu jeito de olhar, falar, comunicar-se, andar, vestir-se e tudo que diz dela.

Como você tem se comportado? As suas vestimentas dizem da sua personalidade?

A roupa diz muito de quem somos. Portanto, se você quer ser vista como uma filha amada por Deus, que tem o seu valor, precisa escolher vestir essa verdade. Peça ao Espírito Santo que a ajude a ser uma mulher modesta.

Deus abençoe a sua escolha.

Fonte: Portal Cancão Nova

RCC Salvador realiza mais uma formação conjunta dos Ministérios de Pregação e Formação


Neste domingo (01) aconteceu mais um Encontro de Formação Ampliada para servos de Grupos de Oração. O evento foi promovido pelos Ministérios de Formação e Pregação da Renovação Carismática Católica (RCC), da Arquidiocese de São Salvador da Bahia e aconteceu na Casa da Juventude, no Vale dos Lagos, iniciando às 08h10. O encontro contou com a participação de cerca de 230 participantes. 

A coordenadora arquidiocesana do Ministério de Pregação, Cláudia Maria, foi a responsável por abrir o evento e desejando-lhes boas-vindas.  O ciclo carismático, ministrado pela coordenadora arquidiocesana do Ministério de Formação, Maria Anete Marçal, foi um momento de preparação para a formação, onde foi suscitada a moção contida no Livro do Profeta Isaias 29,22-23.

Para encerrar o momento orante, os fiéis carismáticos consagraram o encontro a Nossa Senhora da Graças, com a oração da Ave Maria. Após o momento inicial de oração, os participantes foram divididos em dois grupos, por ministério, para formação específica e em locais distintos. 

Para o Ministério de Formação, foram ministrados os ensinos: Documentos Conciliares-Concílio Vaticano II; Dei Verbum; Lumen Gentium; e Apostolicam Actuositatem. Ministradas pelos formadores: Anete Marçal, coordenadora arquidiocesana do Ministério de Formação e Alan Capistrano. Já o Ministério de Pregação foi trabalhado o ensino do Subsídio Doutrinário, Anúncio querigmático e Evangelização Fundamental, aplicados pelos pregadores Cláudia Maria e Sandoval Barros.

Concluídas as formações, aos servos presentes ficou a certeza de que necessitamos aprofundar cada vez mais nos documentos doutrinários da Igreja, para que estejamos preparados o suficiente para levar a BOA NOVA na missão, quer no querigma, quer na formação catequética. Quanto mais conhecemos a Igreja e todo o tesouro que ela traz em seu coração, tanto mais a amaremos. O encontro foi encerrado com a celebração da Santa Missa, presidida pelo Padre Marcos Studart, diretor da Casa da Juventude, que deu boas vindas a Família Carismática, que deve fazer do Espaço a sua Nova Casa.

Dioceses devem se organizar para “Vigília pela Nação Brasileira 2019”


Está chegando a Vigília pela Nação Brasileira 2019! Como acontece anualmente, por ocasião do dia 07 de setembro, feriado nacional da Independência do Brasil, a Renovação Carismática Católica propõe um dia de intercessão pelo país. Em Brasília o evento vai ser iniciado às 22h de sexta-feira (06) e terminará com a Santa Missa no dia 07, às 05h30. Na capital, centro político da nação, acontecerá momentos de oração, pregação e partilha a respeito das direções de Deus para a Terra de Santa Cruz.

Todas as dioceses brasileiras são convidadas para esse momento de clamor. Em 2019, a Vigília vai acontecer na noite do dia 06 e na madrugada do dia 07 de setembro e tem como tema o versículo bíblico "Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR" (Sl 33, 12). Já o lema é “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38).

Todas as pessoas são convidadas para esse momento em Brasília, contudo, todas as dioceses do Brasil podem se organizar para que esse evento se estenda em todas as partes do país.

O Ministério Fé e Política da RCCBRASIL preparou uma programação para o evento em Brasília, mas que pode ser seguida conforme a realidade de cada diocese. Confira:

                              

Vigília pela Nação Brasileira 2019

SÚPLICA

Deus e Senhor nosso, tende misericórdia do povo brasileiro. Dai à nação brasileira paz constante e prosperidade completa. Concedei a graça de construirmos um país unido, justo e democrático, a partir dos valores éticos e morais mais nobres.

Que o Espírito Santo inspire a luta pela VERDADE, TRANSPARÊNCIA, JUSTIÇA e PAZ a cada um de nós e a todas as autoridades constituídas em dignidade para que governem com justiça.

(Pai nosso, Ave-maria, Glória ao Pai)

Moção complementar: 1 Coríntios 1, 17 - 31.



PROGRAMAÇÃO                            

Local: Brasil       

Data: 06 e 07 de SETEMBRO   de   2019.

Tema:   "Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR" (Sl 33, 12).



Dia 06 de Setembro de 2019 (Sexta)     

22h        Ofício da Imaculada Conceição

22h30    Acolhida com Louvor e Oração - Ministério de Música   

               

23h30    Apresentação com base na música Sara Brasil (Adriana Arydes)                               

23h45    Entrada da Bandeira do Brasil - Hino Nacional   



Dia 07 de Setembro de 2019 (Sábado)

00h00    Santa Missa       

01h30    Intervalo + Desmobilização Litúrgica      

01h45    Oração / Preparação para a Pregação   

02h00    Pregação 1 (Tema: "... O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado" (Rm 5, 05))

02h40    Oração de Cura e Libertação pelo Brasil e povo Brasileiro            

03h00    Adoração           

04h00    Intervalo            

04h15    Oração / Preparação para a Pregação                   

04h40    Pregação 2         

05h20    Oração de Louvor e Glória - Agradecimento a Deus

05h30    Encerramento com Procissão das velas e Louvor pelo Brasil

05h50    Agradecimentos e despedida



Baixe o cartaz, organize e divulgue o evento e clame ao Senhor pela nação brasileira!


Seu Grupo de Oração e toda a RCCBRASIL em festa. Acompanhe o “tuitaço”


Nessa semana de celebração, especial pelos 50 anos da Renovação Carismática Católica do Brasil, diversos Grupos de Oração do país se organizam com atividades e uma programação diferenciada para celebrar essa grande festa: o surgimento do movimento carismático no Brasil.

E o seu Grupo? Como sua comunidade, cidade e diocese estão vivendo esse tempo jubilar? Você pode nos contar e nós queremos saber!

Para que toda a RCC do Brasil acompanhe e divulguem as diferentes “festas dos 50 anos”, nesta sexta-feira (16/08), às 22h, a RCCBRASIL propõe um tuitaço, identificado pela hashtag #rccbr50.

O dia e horário escolhido para a onda de twites e publicações marcadas nas redes sociais deve-se à exibição do Documentário “RCC, 50 anos da Corrente de Graça no Brasil”, que será exibido nesse mesmo momento na TV Canção Nova.

Então, prepare as publicações, comentários, testemunhos e fique ligado! Às 22h a família carismática tem um encontro marcado nas redes sociais, não perca!