Música Tema 2022

Slider

Vídeos

Notícias

Ministérios

Artigos

Formação e Espiritualidade

RCC Bahia

RCC Brasil

"Obrigado Senhor pelo seu desígnio sobre a vocação e a missão da mulher no mundo"


 
Neste Dia Internacional da Mulher te convidamos a meditar nas palavras de São João Paulo II a importância, dignidade e vocação próprias da presença feminina. Essa carta foi escrita em 1995. Confira um belíssimo trecho dessa reflexão.

Obrigado Senhor pelo seu desígnio sobre a vocação e a missão da mulher no mundo, torna-se também um concreto e direto obrigado às mulheres, a cada mulher, por aquilo que ela representa na vida da humanidade.

Obrigado a ti, mulher-mãe, que te fazes ventre do ser humano na alegria e no sofrimento de uma experiência única, que te torna o sorriso de Deus pela criatura que é dada à luz, que te faz guia dos seus primeiros passos, amparo do seu crescimento, ponto de referência por todo o caminho da vida.

Obrigado a ti, mulher-esposa, que une irrevogavelmente o teu destino ao de um homem, numa relação de recíproco dom, ao serviço da comunhão e da vida.

Obrigado a ti, mulher-filha e mulher-irmã, que levas ao núcleo familiar, e depois à vida social, as riquezas da tua sensibilidade, da tua intuição, da tua generosidade e da tua constância.

Obrigado a ti, mulher-trabalhadora, empenhada em todos os âmbitos da vida social, econômica, cultural, artística, política, pela contribuição indispensável que dás à elaboração de uma cultura capaz de conjugar razão e sentimento, a uma concepção da vida sempre aberta ao sentido do “mistério”, à edificação de estruturas econômicas e políticas mais ricas de humanidade.

Obrigado a ti, mulher-consagrada, que, a exemplo da maior de todas as mulheres, a Mãe de Cristo, Verbo Encarnado, te abres com docilidade e fidelidade ao amor de Deus, ajudando a Igreja e a humanidade inteira a viver para com Deus uma resposta “esponsal”, que exprime maravilhosamente a comunhão que Ele quer estabelecer com a sua criatura.

Obrigado a ti, mulher, pelo simples fato de seres mulher! Com a percepção que é própria da tua feminilidade, enriqueces a compreensão do mundo e contribuis para a verdade plena das relações humanas.


Fonte: Portal RCC Brasil

Solenidade de Todos os Santos


 Nesta solenidade, a Igreja exulta pela glória e honra de todos os Santos, que contemplam eternamente o rosto de Deus e vivem plenamente a sua visão beatífica.

Para alguns, na Europa, este dia é chamado também "Páscoa do outono", uma solenidade importante para os membros ativos da Igreja, que olham e aspiram ao Céu.

A santidade é um caminho que todos somos chamados a trilhar, seguindo o exemplo dos nossos irmãos, que nos foram propostos como modelos de vida cristã, por terem encontrado Jesus e a ele confiado sua vida, fraquezas e sofrimentos.

 Significado da Solenidade

A memória litúrgica dedica um dia especial a todos aqueles que estão unidos a Cristo na glória eterna e intercedem por nós como nossos protetores.

Os Santos são os filhos de Deus que chegaram à meta da salvação e vivem na eternidade a condição da bem-aventurança; os santos são também aqueles que nos acompanham no caminho da imitação de Jesus, que nos leva a ser pedras angulares na construção do Reino de Deus.

Comunhão dos Santos

Em nossa profissão de fé, afirmamos que cremos na Comunhão dos Santos, uma expressão que nos faz entender a vida e a eterna contemplação de Deus, motivo e finalidade da verdadeira Comunhão, mas também com as "coisas" sagradas.

O dom da Eucaristia permite a antecipação da liturgia que o Senhor celebra no santuário celestial, com todos os Santos. A grandeza da redenção é medida pelos seus frutos, isto é, pelos que foram redimidos pela santidade. Por meio deles, a Igreja contempla a sua vocação e a condição da humanidade transfigurada a caminho do Reino.

Origem e história

A origem desta festa da esperança, objetivo da nossa vida, tem raízes antigas. No século IV, teve início a comemoração dos fiéis mártires. Os primeiros sinais desta celebração encontramos em Antioquia, no domingo após o dia de Pentecostes, sobre os quais fala São João Crisóstomo.

Entre os séculos VIII e IX, esta festa começou a se espalhar pela Europa e em Roma, onde o Papa Gregório III (731-741) escolheu o dia 1º de novembro como a data que coincidia com a consagração de uma capela, na Basílica de São Pedro, dedicada às relíquias "dos santos Apóstolos e de todos os Santos mártires e confessores, e a todos os justos, que descansam em paz no mundo". 

----------------

Fonte: Vatican News

Saiba as vantagens de participar do ENF presencial





Hoje, de modo especial, queremos falar do ENF presencial e suas vantagens. Como não amar esse momento de encontro fraterno com os irmãos, de muita formação e espiritualidade? Estar unidos presencialmente, com os devidos cuidados e precauções deste tempo, é tão importante para cada carismático que a grande novidade do mês de outubro foi a expansão do número de vagas para o encontro, que agora está aberta para todos os membros do Movimento.



Por que participar do ENF presencial?

A programação presencial contará com um momento muito especial, um tempo para que os membros da RCC tenham contato com a sua coordenação nacional de Ministério, oportunidade de partilha e orientações. Essa atividade é pensada exclusivamente para a modalidade presencial, ou seja, não será transmitida pela plataforma do evento.

Quem optar pelo ENF presencial, também terá acesso às reprises do ENF Online 2022. Que poderá ser acessado até 30 dias após a liberação do conteúdo.



Se inscrevendo para o ENF presencial, você escolhe:

- Viver momentos de vida fraterna na Canção Nova,

- Participar diariamente da Santa Eucaristia,

- Ter contato com os produtos de evangelização da RCCBRASIL em primeira mão,

- Além de acompanhar os bastidores de todo o encontro, aqueles momentos que só podem ser registrados pelo coração!



Você pode estar conosco em janeiro de 2022 na cidade Cachoeira Paulista? Se a resposta for SIM, não perca a chance de viver cada momento presencialmente.



Nota de repúdio às ofensas contra o Papa Francisco e ao colégio episcopal brasileiro


Cristão é meu nome e Católico é meu sobrenome. Um me designa, enquanto o outro me especifica. Um me distingue, o outro me evidencia. (São Paciano de Barcelona)



A Renovação Carismática Católica do Brasil – RCCBRASIL vem por esta repudiar e veementemente rechaçar discurso de ódio, altamente ofensivo, irresponsável e indigno proferido por Parlamentar do Estado de São Paulo no último dia 14/10 contra Sua Santidade, o Papa Francisco, bem como contra Sua Exa. Revma. Dom Orlando Brandes, Arcebispo Metropolitano de Aparecida – SP e contra o Colégio Episcopal brasileiro, inclusive com imputação generalizada de crime sem prova, o que é altamente grave e merece reprimenda à altura.

Tais palavras ganham força de ataque frontal à Igreja e à fé católica, a considerar que o Papa é Vigário de Cristo, perpétuo e visível princípio e fundamento da unidade de fé e comunhão de toda a Igreja Católica (cf. Lumen Gentium, 18) e os Bispos, em comunhão com o Papa, são legítimos sucessores dos Apóstolos de Cristo (idem, 20). Portanto, referir-se àquele que é líder religioso de 1,4 bilhão de cristãos (dos quais 123 milhões são brasileiros e destes, 8 milhões são paulistas) faz com que toda a Igreja Católica se sinta profundamente vilipendiada. Os adjetivos abomináveis lamentavelmente utilizados por referido Parlamentar para atacar os católicos na Pessoa do Santo Padre refletem bem a beligerância e truculência anticristãs às quais infelizmente parte de nossa sociedade está associada, o que não pode ser aceito ou tolerado como coisa normal, sob pena de uma crescente escalada da insensatez, do ódio e do desrespeito ao próximo.

Desta feita, conclamamos todo o povo carismático a se colocar em intercessão pelo nosso País, para que a caridade e o respeito mútuo sejam infundidos nos corações. Oremos também pela Santa Mãe Igreja, para que permaneça sempre fiel ao seu múnus profético neste mundo.

Reafirmamos, pois, nosso amor e profundo respeito para com o Santo Padre, o Papa Francisco, bem como nossa comunhão para com os nossos Pastores – os Bispos do Brasil, e nos solidarizamos filialmente com a pessoa de Sua Exa. Revma. Dom Orlando Brandes, Metropolita de Aparecida – SP.




Canas - SP, 19 de outubro de 2021.

Movimento Eclesial

Renovação Carismática Católica do Brasil

Hoje celebramos a festa dos Três Arcanjos São Gabriel, São Miguel e São Rafael

A palavra "Arcanjo" significa "anjo principal" e a palavra "anjo" significa "mensageiro". 

Os Arcanjos tem uma grande importância na história da  salvação desde o antigo testamento.

👼São Gabriel  na anunciação, 👼São Rafael na cura à Tobias no antigo testamento, e 👼São Miguel no combate ao mal em nosso favor. 

Que neste dia e em todos os outros possamos recorrer à poderosa intercessão dos Arcanjos em nossas vidas! 


São Gabriel, São Miguel e São Rafael, rogai por nós!

Um convite a clamar para que o mundo, a Igreja e a RCC sejam batizados no Espírito Santo

 


Vinde, Espírito Santo!  Veni, Sancte Spiritus!


Em um retiro espiritual realizado nos dias 17 a 19 de fevereiro de 1967, por um grupo de jovens estudantes e professores da Universidade de Duquesne, nos Estados Unidos, estes se aplicaram a reler e a meditar os Atos dos Apóstolos, a ler o livro intitulado “A Cruz e o Punhal” e a rezar pedindo a Efusão do Espírito Santo. Lá tiveram uma experiência tão forte da Graça Divina que tal acontecimento tornou-se o marco inicial da Renovação Carismática Católica (RCC) na Igreja.


O Espírito Santo continua sendo derramado para transformar todas as realidades. O Espírito dá vida, renova, transforma, faz-nos discípulos e missionários de Jesus e faz nascer o homem novo. Dessa forma, o Ministério de Intercessão, recorda, faz memória de um dos grandes momentos, marcante, que deu origem a RCC, para clamar e pedir que o mundo, a Igreja e a RCC sejam batizados no Espírito Santo.

 

Como acontecerá?


Nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro, os intercessores estarão das duas às três horas da madrugada em prontidão, unidos ao “Vinde, Espírito Santo”: momento de clamar o Espírito Santo para renovar a face da terra, para que a humanidade inteira seja batizada no Espírito.


Como símbolo do “Vinde, Espírito Santo” e para estar em comunhão, pede-se que, durante os três dias de oração, os intercessores acendam uma vela e seja colocada em um lugar preparado, um pequeno altar com a imagem/ícone do Espírito Santo, de Nossa Senhora, a Bíblia e flores. A vela simboliza a luz, ainda que pequena, que se irradia para o mundo inteiro como sinal da presença do Espírito Santo que se derrama sobre a terra. Peçamos um novo Pentecostes!


Ministério de Intercessão da RCCBRASIL

Papa Francisco e a Divina Misericórdia: “Jesus, confio em Ti”

Noventa anos atrás, nosso Senhor Jesus se manifestou a Santa Faustina Kowalska confiando-lhe uma mensagem especial da Divina Misericórdia

Papa Francisco e a Divina Misericórdia: neste domingo, 21 de fevereiro, ele recordou durante a alocução do Ângelus que já está fazendo 90 anos da revelação da imagem de Jesus Misericordioso a Santa Faustina Kowalska.


A mensagem do Papa foi especialmente dirigida ao Santuário de Płock, na Polônia:


“Noventa anos atrás, nosso Senhor Jesus se manifestou a Santa Faustina Kowalska confiando-lhe uma mensagem especial da Divina Misericórdia. Por meio de São João Paulo II, aquela mensagem chegou ao mundo inteiro e não é outra coisa senão o Evangelho de Jesus Cristo, morto e ressuscitado, que nos dá a misericórdia do Pai. Abramos o nosso coração a Ele, dizendo com fé: ‘Jesus, confio em Ti’”.

O Santuário da cidade de Płock, às margens do rio Vístula, marca o local em que ocorreram as revelações particulares à irmã Faustina Kowalska, que viria a ser a primeira santa canonizada neste milênio.


Jesus se manifestou a ela em 22 de fevereiro de 1931, no convento das Irmãs de Nossa Senhora Mãe da Misericórdia, em Stary Rynek. Santa Faustina relatou em seu diário:


“À noite, estando em minha cela, vi o Senhor Jesus vestido com um manto branco: uma mão levantada para abençoar, enquanto a outra tocava o manto no Seu peito, o qual, quando ligeiramente retirado dele, revelava dois grandes raios, um vermelho, o outro pálido. Muda, mantive os olhos fixos no Senhor; a minha alma foi tomada pelo temor, mas também por uma grande alegria. Depois de um momento, Jesus me disse: pinta uma imagem segundo o modelo que vês, com as palavras escritas embaixo: ‘Jesus, confio em Ti’. Desejo que esta imagem seja venerada primeiro em vossa capela e, depois, no mundo inteiro”.

A primeira imagem de Jesus Misericordioso foi pintada em Vilnius, na Lituânia, conforme a orientação da própria irmã Faustina. A imagem mais conhecida é mantida no Santuário da Divina Misericórdia em Cracóvia-Łagiewniki, elaborada de acordo com as instruções do pe. Józef Andrasz, guia espiritual da religiosa.


São João Paulo II canonizou Santa Faustina Kowalska em 30 de abril do ano 2000. O Papa polonês também instituiu a festa da Divina Misericórdia no domingo seguinte à Páscoa, o qual passou a ser chamado, por isso, de Domingo da Divina Misericórdia.


Fonte: Portal Aleteia