Slider

Vídeos

Notícias

Ministérios

Artigos

Formação e Espiritualidade

RCC Bahia

RCC Brasil

Dioceses devem se organizar para “Vigília pela Nação Brasileira 2019”


Está chegando a Vigília pela Nação Brasileira 2019! Como acontece anualmente, por ocasião do dia 07 de setembro, feriado nacional da Independência do Brasil, a Renovação Carismática Católica propõe um dia de intercessão pelo país. Em Brasília o evento vai ser iniciado às 22h de sexta-feira (06) e terminará com a Santa Missa no dia 07, às 05h30. Na capital, centro político da nação, acontecerá momentos de oração, pregação e partilha a respeito das direções de Deus para a Terra de Santa Cruz.

Todas as dioceses brasileiras são convidadas para esse momento de clamor. Em 2019, a Vigília vai acontecer na noite do dia 06 e na madrugada do dia 07 de setembro e tem como tema o versículo bíblico "Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR" (Sl 33, 12). Já o lema é “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38).

Todas as pessoas são convidadas para esse momento em Brasília, contudo, todas as dioceses do Brasil podem se organizar para que esse evento se estenda em todas as partes do país.

O Ministério Fé e Política da RCCBRASIL preparou uma programação para o evento em Brasília, mas que pode ser seguida conforme a realidade de cada diocese. Confira:

                              

Vigília pela Nação Brasileira 2019

SÚPLICA

Deus e Senhor nosso, tende misericórdia do povo brasileiro. Dai à nação brasileira paz constante e prosperidade completa. Concedei a graça de construirmos um país unido, justo e democrático, a partir dos valores éticos e morais mais nobres.

Que o Espírito Santo inspire a luta pela VERDADE, TRANSPARÊNCIA, JUSTIÇA e PAZ a cada um de nós e a todas as autoridades constituídas em dignidade para que governem com justiça.

(Pai nosso, Ave-maria, Glória ao Pai)

Moção complementar: 1 Coríntios 1, 17 - 31.



PROGRAMAÇÃO                            

Local: Brasil       

Data: 06 e 07 de SETEMBRO   de   2019.

Tema:   "Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR" (Sl 33, 12).



Dia 06 de Setembro de 2019 (Sexta)     

22h        Ofício da Imaculada Conceição

22h30    Acolhida com Louvor e Oração - Ministério de Música   

               

23h30    Apresentação com base na música Sara Brasil (Adriana Arydes)                               

23h45    Entrada da Bandeira do Brasil - Hino Nacional   



Dia 07 de Setembro de 2019 (Sábado)

00h00    Santa Missa       

01h30    Intervalo + Desmobilização Litúrgica      

01h45    Oração / Preparação para a Pregação   

02h00    Pregação 1 (Tema: "... O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado" (Rm 5, 05))

02h40    Oração de Cura e Libertação pelo Brasil e povo Brasileiro            

03h00    Adoração           

04h00    Intervalo            

04h15    Oração / Preparação para a Pregação                   

04h40    Pregação 2         

05h20    Oração de Louvor e Glória - Agradecimento a Deus

05h30    Encerramento com Procissão das velas e Louvor pelo Brasil

05h50    Agradecimentos e despedida



Baixe o cartaz, organize e divulgue o evento e clame ao Senhor pela nação brasileira!


Seu Grupo de Oração e toda a RCCBRASIL em festa. Acompanhe o “tuitaço”


Nessa semana de celebração, especial pelos 50 anos da Renovação Carismática Católica do Brasil, diversos Grupos de Oração do país se organizam com atividades e uma programação diferenciada para celebrar essa grande festa: o surgimento do movimento carismático no Brasil.

E o seu Grupo? Como sua comunidade, cidade e diocese estão vivendo esse tempo jubilar? Você pode nos contar e nós queremos saber!

Para que toda a RCC do Brasil acompanhe e divulguem as diferentes “festas dos 50 anos”, nesta sexta-feira (16/08), às 22h, a RCCBRASIL propõe um tuitaço, identificado pela hashtag #rccbr50.

O dia e horário escolhido para a onda de twites e publicações marcadas nas redes sociais deve-se à exibição do Documentário “RCC, 50 anos da Corrente de Graça no Brasil”, que será exibido nesse mesmo momento na TV Canção Nova.

Então, prepare as publicações, comentários, testemunhos e fique ligado! Às 22h a família carismática tem um encontro marcado nas redes sociais, não perca!

RCCBRASIL lança Documentário Original sobre os 50 anos da Corrente de Graça no país


Contar a história dos 50 anos de um movimento como a Renovação Carismática Católica (RCC), tão importante para a Igreja no Brasil, em menos de 50 minutos, é um grande desafio. São incontáveis os frutos gerados, no contexto eclesial e na sociedade. Desde seu início, em 1969, a RCC alcançou milhões de pessoas no país e se tornou um poderoso instrumento do Espírito Santo na Evangelização. Seus frutos perpassam a música, os meios de comunicação, a fundação de obras de caridade, o despertar de sólidas vocações, além de uma renovada animação pastoral. Tudo isso será contado no Documentário Original "RCC, 50 anos da Corrente de graça no Brasil", produzido pelo Ministério de Comunicação Social da RCCBRASIL, que será exibido no próximo dia 16 de agosto de 2019, às 22 horas, na TV Canção Nova. 

O objetivo da produção é remontar os últimos 50 anos do Movimento no país, com entrevistas inéditas dos principais pioneiros e uma rica reconstrução histórica feita com imagens de arquivo e fotos nunca mostradas. São 45 minutos de muita história e emoção, para celebrar os feitos do Senhor. Entre os entrevistados estão Pe. Marcelo Rossi, que com sua mãe, dona Wilma Rossi, conta como conheceu a RCC e despertou sua vocação para o sacerdócio através da pioneira e saudosa, Tia Laura. 

Também contam suas experiências com o Movimento, Pe. Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova e Moysés Azevedo, fundador da Comunidade Católica Shalom. A atual presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris, também testemunha sua experiência com o Batismo no Espírito Santo. Além dela, Dom Alberto Taveira, assessor eclesiástico da RCCBRASIL também conta sua experiência com o Movimento.

A expansão em solo brasileiro, a formação dos conselhos, o rápido crescimento dos Grupos de Oração, a emoção dos grandes eventos como o "Cenáculo com Maria", e a perspectiva para o futuro da Corrente de Graça estão nesta produção, feita de forma voluntária e com um baixo investimento financeiro para o Movimento. A direção é do coordenador nacional do Ministério de Comunicação e jornalista, Jersey Simon, que também foi o roteirista, e de Delano Barroso, membro do Ministério de Comunicação no Ceará. O Documentário demorou cerca de 18 meses para ficar pronto, entre a idealização, o planejamento, as gravações e a edição.

Além de ser exibido pela TV Canção Nova e por outras emissoras católicas - ainda em negociação -, o material ficará disponível no Canal da RCCBRASIL, no YouTube, a partir do dia 16 de agosto, sexta-feira, às 22h. A data é simbólica, pois neste mesmo final de semana, em 1969 (há 50 anos), aconteceu a primeira experiência de oração, que marca o começo da RCC no Brasil. Saiba mais.

Fonte: Portal RCC Bahia

"Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós o alcançareis"

"Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós o alcançareis" (São Mateus, 21 – 22)
São Tomás de Aquino disse, todas as graças que o Se­nhor, desde toda a eternidade, determinou conceder-nos, não as quer conceder a não ser por meio da oração. “A oração é necessária”, disse o santo, “não para que Deus conheça as nos­sas necessidades, mas para que fiquemos conhecendo a neces­sidade que temos de recorrer a Deus, reconhecendo-O como o único autor de todos os bens”. "Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade” (Hebreus 4,16).
É através da oração que o cristão se torna forte, equilibrado e capaz de superar todas as dificuldades, por isso Jesus disse: “O espírito é forte, mas a carne é fraca. Vigiai e orai para que não entreis em tentação” (Mateus 26,41). Isso porque a natureza humana ficou manchada pelo pecado original e somos atraídos por uma força que nos puxa para o mal, para nos levar a concupiscência e nos afastar da presença do Senhor.
Enquanto alguns cristãos sabem e entendem a importância da prioridade da oração, e assim a busca, há muitos que não a fazem, pela falta da disciplina espiritual, que faz com que a oração não seja uma prioridade em sua vida. As escrituras falam repetidamente sobre a importância da oração. Paulo recomenda orar por todas as coisas (Filipenses 4,6). Infelizmente muitas vezes a oração é condicionada por sentimentos, situações ou necessidades, o que impede que a Palavra seja semeada em nossos corações, levando a uma transformação profunda e a conversão sincera.
Dessa forma, como nos diz o Catecismo “a oração é um impulso do coração, é um simples olhar lançado para o céu, é um grito de gratidão e amor, tanto no meio da tribulação como no meio da alegria” (CIC 2558).
Quando verdadeiramente nos dedicamos à oração, permitimos que a Palavra ganhe vida e torna-se a espada do Espírito contra as forças espirituais. E é aí que acontece a verdadeira batalha, assim como Jesus no deserto, naqueles quarenta dias de tentação no deserto (Mateus 4, 1-11), onde Jesus primeiro usou as Escrituras no combate secreto da oração. Lá Ele venceu o inimigo com a Palavra de Deus, isso porque Ele colocou a oração em primeiro lugar.
A oração é o alimento da alma, que brota no coração que tem sede de Deus. Por isso, a oração deve ser uma decisão consciente, para que, o torne perseverante,  e mergulhado em Deus, pois só conseguiremos  ter uma real experiência com o Senhor se tivermos uma vida de intimidade, de comunhão com Ele, caso contrário, corremos o risco de sermos sempre levados pelos nossos sentimentos e vontades, e acabamos por nos distanciar da oração.
O  Ministério de Intercessão  em seu chamado de orar sem cessar pela Igreja, pela RCC , pelas famílias  e por todas as  pessoas que nos pedem oração, deve impulsionar e motivar o intercessor a perseverar  na vida de oração, mesmo que ainda não contemple a intervenção de Deus nas situações pelas quais oramos, devemos permanecer firmes na nossa oração pessoal e comunitária, oração perseverante. A oração é insubstituível na vida do intercessor e precisa nos aproximar Deus, pois o convite de Jesus é constante. Ele fala em nossos corações: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo” (Apocalipse 3,20).

Núcleo Nacional do Ministério de Intercessão

INTENÇÕES PERMANENTES
1.  Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre, o Papa Francisco, pelos Bispos, pelos Sacerdotes, Diáconos, Religiosos (as) e pelos Seminaristas;
2.  Por todas as vocações, para que o chamado de Deus seja assumido com amor e fidelidade;
3. Pelo Novo Serviço Internacional – CHARIS e seus membros;
4.  Pela Presidência do Conselho Nacional, Katia Roldi Zavaris e sua família, e todos os membros do Conselho Nacional;
5.  Pelas reuniões dos Conselhos Estaduais e Diocesanos;
6.  Por todos os Grupos de Oração do Brasil;
7.  Por todos os Ministérios da RCC em nível nacional, estadual, diocesano e de grupo de oração;
8.  Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesanos, estaduais e nacional da RCC;
9.  Pela casa de missão da RCCBRASIL no Marajó e pelos missionários e missionárias;
10.  Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores;
11.  Pelos eventos de evangelização da RCC no Brasil;
12.  Pela situação política, econômica e moral em nosso País;
13.  Para que cesse a violência no Brasil e no mundo;
14.  Pela erradicação dos vírus causadores da Febre Amarela, Dengue, Zika e Chikungunya.

INTENÇÕES DO MÊS
- Pelos congressos do mês de setembro, de 06 a 08 Piauí, Paraná e Santa Catarina; dias 14 e 15 Rondônia e Espírito Santo; dias 21 e 22 Sergipe.
- Pelo Retiro Latino-americano de Sacerdotes da Renovação Carismática Católica de 19 a 22 de agosto em Aparecida - SP.
- Pela reunião do CONCCLAT nos dias 23 a 25 de agosto em Aparecida – SP.
Fonte: Portal da RCC Brasil

Uso dos bens

Estamos empenhados em buscar juntos as indicações para os vários aspectos da vida cristã. E um dos grandes desafios para os cristãos é o uso dos bens da terra. Somos iluminados pela Palavra de Deus e pelos desdobramentos dela nascidos, presentes no Ensino Social da Igreja. Ao participar da Missa do domingo, ouviremos o texto do Evangelho de São Lucas que nos orienta nesta direção (Lc 12,13-21): “Alguém do meio da multidão disse a Jesus: ‘Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo’. Ele respondeu: ‘Homem, quem me encarregou de ser juiz ou árbitro entre vós?’ E disse-lhes: ‘Atenção! Guardai-vos de todo tipo de ganância, pois mesmo que se tenha muitas coisas, a vida não consiste na abundância de bens’. E contou-lhes uma parábola: ‘A terra de um homem rico deu uma grande colheita. Ele pensava consigo mesmo: Que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita. Então resolveu: Já sei o que fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. 
Então poderei dizer a mim mesmo: Meu caro, tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, goza a vida! Mas Deus lhe diz: Tolo! Ainda nesta noite, tua vida te será tirada. E para quem ficará o que acumulaste? Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não se torna rico diante de Deus”.

Não é difícil encontrar situações em que a partilha de heranças resultou em grandes litígios entre familiares. É também conhecido o que acontece com o dinheiro de loteria, quando a importância recebida sem luta e sem o suor do rosto resulta em gastanças e malversação dos bens. E nem ficam distantes de nós as brigas no interior por causa de meio metro de cerca, ou os assassinatos e chacinas que ainda se multiplicam, manchando de sangue esta terra de Deus.
Afinal de contas, é justo acumular os bens e buscar o sustento pessoal e familiar adequado? É pecado investir dinheiro, mesmo que seja no meio mais simples que é a poupança? E posso desejar ter bens como casa, carro e outras expressões de conforto? Posso julgar aquela pessoa que luta com todas as forças para ter casa própria, e se sente contente por ter, mesmo que seja com simplicidade e limites, aquele bem tanto desejado?

Acolhamos a palavra do Papa Francisco: “Não somos Deus. A terra existe antes de nós e foi-nos dada. Isto permite responder a uma acusação lançada contra o pensamento judaico-cristão segundo a qual a narração do Gênesis, que convida a dominar a terra (Cf. Gn 1, 28), favoreceria a exploração selvagem da natureza, apresentando uma imagem do ser humano como dominador e devastador. Mas esta não é uma interpretação correta da Bíblia, como a entende a Igreja. Se é verdade que nós, cristãos, algumas vezes interpretamos de forma incorreta as Escrituras, hoje devemos decididamente rejeitar que, do fato de ser criados à imagem de Deus e do mandato de dominar a terra, se deduza um domínio absoluto sobre as outras criaturas. É importante ler os textos bíblicos no seu contexto e lembrar que nos convidam a cultivar e guardar o jardim do mundo (Cf. Gn 2, 15).
 Cultivar quer dizer lavrar ou trabalhar um terreno, guardar significa proteger, cuidar, preservar, velar. Isto implica uma relação de reciprocidade responsável entre o ser humano e a natureza. Cada comunidade pode tomar da bondade da terra aquilo de que necessita para a sua sobrevivência, mas tem também o dever de a proteger e garantir a continuidade da sua fertilidade para as gerações futuras. Em última análise, ‘ao Senhor pertence a terra’ (Sl 23, 1), a ele pertence ‘a terra e tudo o que nela existe’ (Dt 10, 14)” (Cf. Laudato si 67-68).

O Compêndio da Doutrina Social da Igreja (Número 172) ensina que o princípio da destinação universal dos bens da terra está na base do direito universal ao uso dos bens. Todo o homem deve ter a possibilidade de usufruir do bem-estar necessário para o seu pleno desenvolvimento. O princípio do uso comum dos bens é o primeiro princípio de toda a ordem ético-social e princípio típico da doutrina social cristã. Trata-se, antes de tudo, de um direito natural, inscrito na natureza humana. É inerente a cada pessoa, e é prioritário em relação a qualquer intervenção humana sobre os bens, a qualquer regulamentação jurídica dos mesmos, a qualquer sistema e método econômico-social. Todos os outros direitos, quaisquer que sejam, incluindo os de propriedade e de comércio livre, estão-lhe subordinados: não devem portanto impedir, mas, pelo contrário, facilitar a sua realização; é um dever social grave e urgente conduzi-los à sua finalidade primeira.

Nós temos necessidade do pão de cada dia, e Deus nos ensinou a pedir este pão. Precisamos de tudo o que nos serve, roupa, casa, trabalho. O que Deus condena é a cobiça, o desejo incontrolável da posse e do poder, a arrogância, o senso de superioridade ligado à riqueza. Trata-se da pessoa que diz ser segura apenas por ser rica, pensando ser autossuficiente, sem descobrir que os bens são um meio e não a finalidade da vida. É como perder de vista a meta da viagem da vida!

Algumas propostas podem ajudar-nos. Podemos rever as nossas posses e guardados, para verificar o que é supérfluo e pode ser colocado à disposição dos outros. Há muita coisa acumulada, com a desculpa de que um dia poderá servir, e nunca vem a ser utilizada. Podemos ainda comprometer-nos seriamente com obras a instituições que cuidam do serviço ao próximo e da caridade. Vale ainda abrir os nossos olhos, os braços e o bolso para fazer o bem ali bem pertinho de nós, onde existem pessoas sofrendo, e muitas vezes caladas ou oprimidas. Além disso, ao verificar o que nos cabe no ganho mensal, separar sempre o que é justo para devolver a Deus através do dízimo em nossa Igreja e o que pode ser partilhado em beneficência. E isso vale para todos, inclusive porque sabemos que as mãos mais pobres são as que mais se abrem para tudo dar!
alt

Dom Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo de Belém do Pará
Assessor Eclesiástico da RCCBRASIL

Faça seu pai feliz com a RCCBRASIL


O dia dos Pais está chegando e sempre fica aquela dúvida de qual seria o presente ideal! Opções é o que não faltam, é comercial na TV, panfleto nas ruas, promoção aqui e ali, mas o ideal é ser um presente diferente e que agrade.

Já imaginou alegrar seu pai com algo que o ajude a se aproximar de Deus e viver a fé? Isso é possível sim! A Loja RCCBRASIL traz neste mês de agosto indicações preparadas para o seu Dia dos Pais ser mais especial.

Uma das indicações é a imagem de São José, o pai adotivo de Jesus. Grande exemplo de pai de família e servo de Deus, São José mostra aos pais da atualidade como ouvir e confiar na voz do Senhor que direciona, especialmente nos momentos que não há compreensão. Uma devoção linda e que os pedidos são ouvidos com muito carinho por Deus. UM PRESENTÃO!



Fonte: Portal da RCC Brasil

O Congresso Estadual da RCC terá Congressinho


Estão abertas as inscrições para o XVIII Congresso da Renovação Carismática Católica da Bahia (RCC Bahia). O encontro que reuni a Família Carismática da Bahia,  está marcado para 25 à 27 de Outubro, na Universidade Federal do Sul da Bahia, em Porto Seguro. As vagas são limitadas, por isso organize e garanta a sua vaga para o mais aguardado evento da RCC Bahia. O congresso estadual da RCC contará com um espaço apropriado para as crianças, para que elas possam viver o Amor de Deus de uma forma criativa e compreensível.

As inscrições para o Congressinho também estão abertas, para as idades de 05 á 14 anos, no valor de R$ 40,00, que não sofrerá oscilações. É importante salientar que as as vagas são limitadas por faixa etária: de 05 à 07 anos: 65 vagas; de 08 à 10 anos: 60 vagas; e de 11 à 14 anos: 60 vagas.

Há a opção da criança participar do congresso com os seus responsáveis, neste caso, o limite de vagas é o do Congresso.

Crianças até 04 anos não pagam inscrição, porém, é necessário fazer a inscrição gratuita no sistema.  A partir de 15 anos, o valor da inscrição é o mesmo dos 03 lotes dos adultos citados no início. Sofrendo reajuste a depender da data da inscrição.

CONFIRA OS LOTES DOS ADULTOS:

1º - Lote 1000 inscrições no valor de R$ 60,00 de 01/07 à 31/07/19;
2º - Lote 1500 inscrições no valor de RS 70,00 de 01/08/19 à 31/08/19;
3º - Lote 2500 inscrições no valor de R$ 80,00 de 01/09/19 à 15/10/19.

Existe a opção de inscrição individual e, para uma quantidade acima de 05 inscrições, haverá a opção de caravana.

Clique abaixo👇🏻 e realize a sua inscrição: